Jeremy Clarkson will be back

Após a sua demissão da BBC e os anúncios de seus amigos Andy Wilman, Richard Hammond e James May de o seguirem nesta nova jornada e deixar o Top Gear orfão e sem rumo definido, Clarkson finalmente começou a trabalhar em um novo programa, conforme o próprio confirmou na sua coluna no Sunday Times.

Clarkson afirma que “a possibilidade de voltar à BBC e ao Top Gear é zero”, e completou dizendo: “Posso ter perdido meu bebê, mas devo criar outro. Não sei quem será o outro pai, nem como este bebê será, mas não posso mais ficar sentado vendo meu álbum de fotos. Vamos deixar de ser tolos, recolher os pedaços e começar de novo. Só sei que vou fazer um novo programa sobre carros”.

Isso é alívio para os fãs de carros que ficaram à mercê do Top Gear USA, do Quinta Marcha e pior ainda, do Auto Esporte…. A pergunta agora é quem será o outro pai da criança? E uma das melhoras hipóteses é que a trupe estão negociando com o Netflix, que está com uma estratégia (Acertada e bem executada até o momento, se permitem o comentário) de investir algo em torno de US$ 5 bi em produções próprias.

Na minha opinião este seria o casamento perfeito, pois Clarkson, May e Hammond poderiam destilar o melhor do politicamente incorreto em um programa feito pelo Netflix e os fãs poderiam assistir à serie completa sem precisar aguardar a grade da emissora.

Oremos!!!