Hyperloop–O transporte do futuro?

Hoje o milhonário Elon Musk (Criador da fábrica de carros Tesla) anunciou seu conceito sobre o que seria o transporte do futuro, o Hyperloop. Muita gente estava curiosa para saber o que Musk havia inventado e como ele iria criar um sistema rápido e barato e tenho que admitir que a ideia é muito boa na sua simplicidade  e engenhosidade, pois o maior problema de todo transporte, seja ela terrestre, aéreo ou aquático é o famigerado arrasto.

Um trem precisa vencer o arrasto causado pelo atrito entre suas rodas e os trilhos para se mover, e esta parte nós já resolvemos com a levitação magnética. O princípio por tráz desta belezinha japonesa:

Mas mesmo o Maglev está sujeito a um outro arrasto, causado pelo ar e que a altas velocidades faz toda diferença na estabilidade do trem impossibilitando dele ser mais rápido. E é aí que o Hyperloop dá um pulo do gato, buscando a solução em algo tão corriqueiro antigamente, mas muito raro hoje:

Colocando o Maglev dentro de um Sistema de transporte pneumático, o Hyperloop poderá reduzir o arrasto do ar e possibilitar velocidades maiores.

A questão agora é ver quem irá bancar a criação de uma rede suspensa (faze-la subterrânea irá tornar os custos proibitivos) para comportar os tubos com os passageiros, além de resolver as questões de segurança e manutenção.

Bem, a ideia foi apresentada, mas como um conceito Open-Source para que outros possam colaborar seguindo neste caminho e tornando a ideia possível. Foi um pouco brochante… É como se o Doc Brown fizesse uma apresentação gigantesca para falar sobre a viagem no tempo e apresentasse apenas o desenho que fez no banheiro do Capacitor de Fluxo.

E como os maiores exemplos do Open-Source são o Linux e o Android, tenho dúvidas que veremos isso funcionando tão cedo como a imagem abaixo.

high-speed-tube-01.jpg