Parabrisa inteligente

Se tem uma coisa nos jogos de carro nos video-games e que deveria ser copiada no mundo real são os “Parabrisas inteligentes”. Dependendo da visão que você usa a tela mostra diversas informações úteis do carro, do trajeto e da sua pilotagem que poderiam ser aplicadas no mundo real.

Inclusive há uma solução que usa o smarphone adaptado no painel para criar este Head Up Display em todos os carros. https://www.amazon.com/gp/product/B01AX04C5K/ref=as_li_qf_sp_asin_il_tl?ie=UTF8&camp=1789&creative=9325&creativeASIN=B01AX04C5K&linkCode=as2&tag=eightsixer-20&linkId=AQU3ODJ2ATRSQCLI

hudisplay

Engraçado que isso é algo pouco explorado mesmo com toda a ideia do Hololens e de carros extremamente inteligentes como os Teslas. A Jaguar já pensou em algo e apesar de ter focado em dicas de direção esportiva no seu conceito, a ideia tem um potencial enorme para GPS, indicação de locais para estacionar, segurança ativa, etc.

A Continental também já estudou o assunto e demontrou algo mais próximo do uso diário da solução.

O jeito é aguardar e torcer para que apareça logo nos carros mais caros para em seguida se tornar um padrão.

Evolução dos jogos de F1

F1/Corrida é junto com ping-pong um dos estilos de jogos de video-game mais antigos do mundo, existindo praticamente deste a primeira geração de pixels gigantes e quadrados.

E aproveitando que tivemos o lançamento de mais uma versão do F1 da Codemasters o video abaixo mostra o quanto o estilo evoluiu e como a imaginação antigamente era a maior feature de qualquer video-game.

Aliás, lembro até hoje do evento que foi em 1989 o lançamento do Super Monaco GP da Sega que teve a consultoria do Senna.

O vídeo só tem um defeito… Não mostra o maior jogo do gênero de todos os tempos: Enduro

E para efeito comparativo, segue abaixo o trailer do F1-2016

É uma coisa linda este novo jogo, presente de natal já definido eheheheh

DARPA’s Cyber Grand Challenge

Anualmente em Las Vegas acontecem 2 das maiores convenções de segurança da informação do mundo, a BlackHat e a Def Con, que possuem propostas e até publicos um pouco diferentes. Enquanto a primeira ficou mais “comercial” a segunda ainda tem uma aura “underground”.

Na Def Con um dos eventos mais procurados, além das palestras, é a tradicional competição de Capture the Flag onde diversos times de hackers tentam invadir os servidores dos outros para “pegar a bandeira”. Entretanto este ano a DARPA decidiu entrar na brincadeira, mas não competindo, eles criaram um nova modalidade da competição chamada de Cyber Grand Challange:CGC_Stacked_ColoronBlack.jpg

 

 

 

 

 

 

E o objetivo da brincadeira era bem grandioso… Este é o primeiro torneio de hacking só para máquinas. Isso mesmo, um torneio de Capture the Flag sem intervenção humana, totalmente baseado em machine learning onde a ideia é que os ambientes deveriam se defender e contra-atacar os outros oponentes sozinhos, olha o naipe dos brinquedos:

20160804_vega_034.jpeg

Isso mostra que hoje a questão de CyberSecurity não é mais uma questão apenas empresarial, mas sim de segurança nacional e cada vez mais importante devido ao impacto que pode causar. Sistemas como estes serão as novas armas de defesa de fronteiras, pois não precisam dormir, comer e não se importam com fusos horários para manter a vigilância. Ok que o humano sempre precisará estar presente (por enquanto), mas o ganho de escala e velocidade destas tecnologias para a identificação e resposta é surpreendente.

E todo o evento foi filmado e está disponível para que possamos ver como a tecnologia de machine learning está evoluindo a passos logarítimicos e sendo usada nas mais diversas atividades.

Obviamente todos os computadores e programas foram devolvidos para a DARPA que poderá combinar o melhor de cada um deles no seu próprio ambiente.

 

 

 

 

 

 

Delete Java in System Settings

O Java é um legado da internet 1.0 que sobrevive a sobressaltos, assim como o Flash, mas que já deveria estar morto. Um destes sobressaltos é o nosso sensacional sistema para a declaração de imposto de renda (Contém sarcasmo) que é baseado nesta maravilha e obriga a todos a instalar este câncer em seus computadores. O outro sobressalto é o querido Guardião instalado pelos sites bancários para proteger o usuário dos perigos da internet (Se vc usa o Itaú vá para www/itau.com.br/computador e instale o aplicativo para Windows ou Mac e se livre do guardião).

Entretanto principalmente por causa do IR (e por problemas de prazo) tive que colocar isso no Mac ao invés de usar uma Máquina Virtual (Mal sapão, mal Sapão) e eis que quando fui desinstalar o miserável, ele se recusou a sair da máquina acusando um erro no processo e se agarrando ao sistema. Portanto, como mata-lo e tira-lo do OSX? Simples:

Delete Java in System Settings

SystemPreferences-java-1

Abra o terminal e digite:
– sudo rm -fr /Library/Internet\ Plug-Ins/JavaAppletPlugin.plugin (Vai pedir a sua senha)
– sudo rm -fr /Library/PreferencesPanes/JavaControlPanel.prefpane
– Feche o terminal

Abra o Finder e vá para o diretório – /Library/PreferencePanes/ e apague o arquivo JavaControlPanel.prefPane

Pronto, este câncer se foi da sua máquina. Mas se você precisa acessar o site de outros bancos, sugiro baixar o VirtualBox e subir uma máquina virtual Windows ou Linux (Use o Mint ou Ubuntu) e faça o que precisar neles.

A breve história humana

Engraçado como hoje em dia estamos acostumados à várias benesses da vida moderna e termos a sensação de que a vida sempre foi assim. Mas se colocarmos em perspectiva fazemos parte das primeiras gerações efetivamente beneficiadas pela modernidade.

O video do canal Kurzgesagt – in a nuttshell é um excelente resumo de como a humanidade é jovem se comparada ao nosso mundo.

"Crer é muito monótono, a dúvida é apaixonante!" – Oscar Wilde